BRS,… Bobalhão Rodoviario Simmmmm,…

BRS

BRS

A sigla BRS foi colocada para nós Cariocas, Brasileiros como alguma coisa já usada lá fora, no estrangeiro, mas precisamente na Inglaterra, sabe-se lá,… Contudo sabemos hoje que na verdade fora apenas uma maneira de enobrecer a ideia.  É,.. dizendo-se que isto é um modelo lá de fora já enobrece e respalda toda a ideia, por pior que esta venha a ser, pois se é bom lá fora será ótimo aqui.  Bem, isso é o que esta prefeitura ridícula imagina.
Na verdade a sigla BRS quer dizer: “Bestalhão Rodoviário, Sim” isso é que é o verdadeiro BRS.
Porque? …  Vamos agora entender e potencializar as coisas e os fatos.  Vamos lá!
A mesma Prefeitura e governo que projetaram o BRS projetaram também o Rio Card. o Bilhete ELETRONICO e demais entrelaces programados para os usuários de ônibus. Muito bem, a preocupação tanto com todo o aparato dos equipamentos interligando sendo: Cartões Magnéticos, saldos remotos, Catracas mecânicas, etc. que formam um conjunto operacional de altíssima qualidade, pois não se sabe de nenhuma falha destes.  O cliente paga obviamente antecipado para garantir sua ida e vinda.  Muito bem, a sofisticação usada fora de ultima geração e não produziram nenhuma falha como já dito.  Então vamos nos reportar a esta mesma Prefeitura e mesmo Governo que conceberam a perfeita ideia dos Bilhetes de Passagens ELETRONICOS concebem esta maldita ideia deste ridículos BRS.
O BRS é uma resposta da prefeitura a tentar melhorar o caos do transito em nossa cidade, obviamente com uma ideia plenamente demagógica, pois as falhas são todas.  O Projeto simplesmente é inviável, jamais poderá funcionar satisfatoriamente, para tal iremos dissecar cada etapa desta ideia como já dita ridícula e demagógica e obviamente não recebera a mesma importância do projeto do bilhete ELETRONICO, porque será?…As falhas:

1º) Não há identificação Visível. (Que deveria haver)Uma ideia que é até óbvia seria a primeiríssima de todas, a identificação destes pontos, a palavra BRS vem sempre em letras maiores e o numero de identificação que deveria ser o mais exibido fica sempre no cantinho a direita perto de uma coluna, onde para ser identificado o numero do maldito BRS, temos que nos posicionarmos frontalmente ao ponto, para ai sim ganharmos condição de VISUALIZAÇÃO, pois lateralmente não conseguimos identificar. Isso é coisa de amador ou amador idiota, não é concebível um projeto ser tão imbecil a este ponto, será que seus arquitetos e engenheiros não foram formados nas mesmas faculdades lá daquele tão bem projetado bilhete ELETRONICO.   Que comedia, sempre dois pesos e duas medidas.
Então a prefeitura de dementes e arquitetos trapalhões, ponham uma bola bem grande e acesa com o referido numero do BRS, para que de longe possamos ver a onde é este maldito BRS 1, BRS 2 e etc. e não precisa escrever BRS basta colocar SOMENTE o numero em questão. Ponham estas bolas acesas para que possamos lê-las com facilidade, façam de tamanho satisfatório, onde o motorista dos ônibus de longe também possam identifica-las, pois estes hoje não sabem direito a onde são seus BRS.  Parece brincadeirinha de criancinha, só não é brincadeirinha quando fala-se na grana, ai a coisa muda de figura.
Essa prefeitura arrecada no transporte publico (somente aqui no Rio de Janeiro), alguns trilhões dia.  É,… é isso ai e não há dinheiro para pagar arquitetos competentes!…, Realizam este projeto com estagiários que nos parece de medicina, que obviamente não conhecem absolutamente nada de Urbanismo.  Que gente é essa, que objetivos serão estes, somente propicia a ideia claramente de um total descaso o qual obviamente é PROPOSITAL.  Para que possamos sempre nos lembrarmos que somos a rale da rale e nunca merecemos nada de pelo menos razoável.

2º) Não há ordem numérica vai 1, 3, 1 novamente 2, 4 e por ai vai,…

Qualquer pessoa imaginaria que estes malditos BRS estariam em ordem CRESCENTE ou DESCRESCENTE, mas não. Não há ordem alguma é salpicado da maneirinha que os estagiários de medicina imaginaram, primeiro vem o 3, depois o 1, depois o 4, volta para 1 e vai para o 2, e que se dane ande 8 quarteirões, ande, ande.  Pensamos, não será minguem da minha família, então mais uma vez, DANEM-SE.
Prefeito maluquinho vá um dia andando pela nossa Sr. de Copacabana e tente pegar um ônibus no qual o Sr. esteja vindo de outro, mas não mande antes acertar as ordens não ai não vale, tente, você irá se envergonhar deste projeto de Urbanismo feito por estagiários de medicina ou talvez da escola publica a nível elementar.

3º) O Mapeamento para identificação dos BRS fora escrito em plástico colado em vidro, pois a prefeitura não sabe que rasgam, quebram,…

Todos nós sabemos o grau de insatisfação, revolta e falta de educação de nossa população (aqui no Rio de Janeiro capital).  Então os estagiários de medicina lá da Suíça projetaram este dizeres, os quais objetivam elucidar a população dos respectivos ônibus aos seus BRS.  Por tal os estagiários Suíços pensaram vamos fabricar uns dizeres em plástico autocolante, pois se houver necessidade de mudá-los é simplesmente tirar daqui e colar ali.  Bem, isso é notório é obvio, só não contavam com o vandalismo aqui do Rio de Janeiro, que com dois dias já tinham rasgados vários destes dizeres.
Em medida previa a prefeitura maluca, resolve colocar uns elementos com cartazes  objetivando não somente anunciar a chegada da gloriosa ideia do BRS, como de alertar e adestrar o povo para a onde ir.  Bem um detalhe muito engraçado é que imediatamente após a inauguração dos BRS, uns dez dias depois este pessoal sumira e as ordens dos BRS tinham varias mudado, o que esta escrito em plástico fora trocado e por fim o povo os rasgaram, depredaram.  Então hoje para você saber para a onde ir tem que perguntar alguém a seu lado, isso se for cedo, pois senão não haverá alguém para informa-lo, terás que ir andando quadras e mais quadras até achar o seu BRS.
O hilário é que se perguntarmos a qualquer guarda seja da Prefeitura ou Policia estes nunca sabem absolutamente nada x nada.

4º) Coisas ÓBVIAS

Coisas Óbvias que esperávamos que fossem fazer, não fizeram, por Exemplo:
– Colocação de CAMERAS para tanto dar mais segurança aos usuários quanto DEMONSTRAR claramente os motoristas desrespeitosos que nunca param no ponto, dão aquela “Vai Largando…” obviamente estes pontos deveriam ser monitorados por câmeras interativas na mesma proporcionalidade de tecnologia utilizada lá no Bilhete ELETRONICO que utiliza softwares de altíssima sofisticação, porque os pontos de BRS não poderiam ser monitorados por câmeras a distancia, objetivando como já dito dar maior segurança ao povo e punição aos motoristas do “Vai Largando…”.  Isso não parece elementar e obvio?…
– Colocação de alguns acentos não necessitaria de muitos mas alguns para pessoas de idade, mulheres gravidas, deficientes poderem acomodarem-se melhor e mais confortavelmente. Isso não parece elementar e obvio?…
– Os BRS todos deveriam ter iluminação PROPRIA.  Isso não parece elementar e obvio?…

O BRS é uma medida PALEATIVA para tentar diluir os milhares de ônibus aos longos das avenidas escolhidas, obviamente irá trazer essa longevidade de um ponto a outro.  Se estivéssemos em um pais que realmente estivesse interessado em resolver e não criar regras demagógicas, seria o de reduzir esta frota monstruosa de MILHARES de ônibus, emanando gazes tóxicos e corrompendo a economia já tão frágil de mossa população.  O projeto do BRS seria em reduzir esta estupenda frota em pelo menos a um quarto da que é hoje e desaguar este contingente em reais melhorias dos trens, pois jamais poderá haver um projeto serio de transporte de massa calcados em cima de Ônibus, transporte de massa em qualquer lugar do mundo é trem.  Nosso prefeitinho sabe, nosso governadorsinho também sabe, mas existem outros interesses,… Então Carioca vá de seu BRS (Bobalhão Rodoviário, Sim)

Hufa,… Pasmem Senhores, Pasmem,….

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s